Remonta aos anos setenta a origem do Moto Clube de Faro altura em que um grupo de amigos deu inicio, ainda sem suspeitar do sucesso futuro, à participação em actividades motociclistas, como o motocross e a velocidade. Desta associação, com cerca de 30 elementos, resultou a formação e legalização do Moto Clube de Faro, em 5 de Fevereiro de 1982, sendo praticamente todos possuidores de motos ou motorizadas. À data, o espirito criativo revelou-se no sucesso da organização de algumas provas de velocidade em circuitos de ciclismo (pistas de Loulé e Tavira), e provas de motocross em Faro, cativando mais gente para o grupo, desenvolvendo e implementando o carinho pelas duas rodas. Agora, com 31 anos de existência formal, depois de passar por três sedes, aumentar o numero de membros para mais de 400, e possuir alguns meios logísticos próprios, é motivo de honra o trabalho efectuado, esperando-se no futuro mais desafios, exigidos pela dimensão pelo espirito empreendedor e sempre que possível inovador. Registe-se o reconhecimento da  Federação Europeia de Motociclismo (FEMA), com a qual se mantém colaboração.

TOP